sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Coordenador Nacional de Acessibilidade para Surdos da FENEIS participou na reunião do projeto Kit Adaptadores para Programa Minha Casa Minha Vida.


Aconteceu em Brasília, no dia 9 de dezembro de 2011, na sede da Secretaria Nacional de Promoção da Pessoa com Deficiência junto com a Secretaria de Direitos Humanos, uma reunião muito importante sobre acessibilidade nos edifícios e casas habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida atendendo às especificidades da população, preparando para atender e acomodar as diferentes necessidades que surjam ao longo da vida de cada morador.
A Secretaria pretende incluir no Desenho Universal um padrão para todas as unidades habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida, serão desenvolvidos os “Kits Adaptação”, com ajudas técnicas necessárias para atender à demanda especifica das pessoas com deficiência (usuárias de cadeiras de rodas, física, visual, auditiva e intelectual) e dos idosos.  Deverão ser disponibilizados em pelo menos 3% das unidades habitacionais.
Este projeto está dentro do Programa “Viver Sem Limite” onde a Presidente Dilma Rousseff revogou o novo decreto nº 7.611 de 17 de novembro de 2011 melhorando a acessibilidade nas moradias habitacionais financiadas pela Caixa Econômica Federal onde os deficientes e idosos poderão acomodar e sentir satisfação em suas casas.
Compareceram diversos representantes das associações de pessoas com deficiência juntamente com representantes da Caixa Econômica Federal, técnicos em arquitetura e engenharia civil, para discutir a composição dos “Kits de Adaptação” que serão instalados nas unidades habitacionais destinadas às pessoas com deficiências e idosas, de modo que possam atender ao maior número de pessoas possível, dentro de suas especificidades, os interpretes de LIBRAS participaram junto com o representante surdo Prof. Neivaldo.
Um dos representantes, Prof. Neivaldo A. Zovico – Coordenador Nacional de Acessibilidade para Surdos da Feneis, que foi membro da Comissão de Estudos da Comunicação e Visual da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas há mais de 10 anos, participou e elaborou junto com a equipe, a norma NBR 15599 e NBR 15290, o próprio professor surdo Neivaldo solicitou a inclusão de recursos visuais nos Kits Adaptação para os surdos que são:
- Sinalização luminosa tipo estroboscópica instalados em todos os cômodos interligados a campainha e ao interfone.
- Sinalização de vibração tipo dispositivo vibratório (controle remoto pequeno) colocado junto ao corpo interligado à campainha e ao interfone.
- a campainha e o interfone deverão dispor de vídeo.
A reunião terminou com a satisfação de sugestões e discussões, os representantes da Caixa Econômica Federal agradeceram a participação dos diversos representantes e a Diretora de Politicas Temáticas da Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência, a Srta. Ana Paula Crossara de Resende também agradeceu a todos pela presença durante a reunião.




O Coordenador Prof. Neivaldo de camisa azul ao fundo está assistindo a interpretação durante a discussão da Coordenadora da ABNT e Arquiteta Dra. Adriana de Almeida Prado e representantes da Caixa Econômica Federal.

4 comentários:

  1. kelaine dos Santos9 de janeiro de 2012 04:28

    Nosa que avanço para nós que trabalhamos em prol da pessoa com deficiencia....
    Muito Bom saber que não estamos só nessa jornada.
    Kelaine dos Santos.
    Diretora Tecnica APAE de Cajati.

    ResponderExcluir
  2. Prof. Neivaldo, parabens pela iniciativa importantissima para os deficientes auditivos: "Minha Casa Minha Vida".
    Abraços. JLuiz

    ResponderExcluir
  3. sou sindico,gostaria de saber se existe algum aperelho para pessoas com deficiencia auditiva(interfone)

    ResponderExcluir
  4. Prezado Carlos Valerio,
    Infelizmente ainda não tem este produto e acredito que estão fazendo o projeto para este tipo.
    Qualquer coisa te divulgo.
    Abraços
    Prof. Neivaldo Zovico

    ResponderExcluir